Psicologia Infantil (Ludoterapia)

Criança na Ludoterapia

A psicologia é uma ciência subdividida em diversos ramos, cada um com o objetivo de atender a uma demanda específica.

A ludoterapia-psicologia infantil é uma ludoterapia de abordagem psicoterápica própria para o atendimento infantil, baseada na ideia de que entendendo a criança é possível realizar um acompanhamento mais eficiente.

A expressão que dá nome a esse segmento, se traduzida literalmente, significa “terapia pelo brincar”, no entanto, essa brincadeira é conduzida por um psicoterapeuta e utiliza objetos adequados, para ajudar o pequeno paciente a resolver diversas dificuldades.

Utilizar as brincadeiras como terapia é a base da ludoterapia-psicologia infantil. A ideia é que o ato de brincar funcione como uma forma de expressão da criança, por meio do qual ela possa libertar seus sentimentos, desde uma frustração até a agressividade.

Quando um adulto realiza sessões de psicoterapia, normalmente, ele expõe suas dificuldades por meio da fala.

No entanto, para os pequenos, essa pode não ser uma forma muito eficiente de elaborar aquilo que ele está sentindo, já que a brincadeira é algo muito mais natural e agradável para eles.

Psicóloga Dra. Cecília Freytas sorrindo
Precisando de Psicologia Infantil (Ludoterapia)? Agende agora a sua consulta presencial (São Paulo) ou online (à distância). Terei prazer em atender você!

Psicologia Infantil (Ludoterapia): como funciona

Na ludoterapia-psicologia infantil, um psicólogo especializado acompanha a criança (ou o grupo, quando ela é feita em coletividade) e orienta determinadas brincadeiras e jogos.

A forma como o paciente se comporta revela o que pode haver de errado por trás das dificuldades de aprendizagem, distúrbios alimentares, problemas de concentração, excesso de agressividade, tristeza anormal e outros sintomas que fazem os pais procurarem a terapia infantil.

E já que o psicoterapeuta que atua em ludoterapia-psicologia infantil trabalha entendendo a criança, além das brincadeiras, mexer com a imaginação também faz parte das sessões.

Ele pode utilizar histórias fantasiosas de princesas, bruxas, gigantes e outros personagens do universo infantil como metáfora, para mostrar que os desafios são naturais na vida e que a criança é capaz de vencê-los, assim como os protagonistas das histórias.

Outras atividades também entram no conceito de brincadeiras como psicoterapia e podem ser realizadas durante a ludoterapia – psicologia infantil, como desenhos, pintura, colagens.

De acordo com a idade da criança, são escolhidas as brincadeiras ou jogos mais adequados, pois o importante é que ela se sinta à vontade para se expressar. A terapia infantil é recomendada dos 3 aos 12 anos de idade.

Vale ressaltar que, assim como em qualquer tipo de psicoterapia, o objetivo não é resolver todos os problemas da criança, mas sim compreendê-la melhor, descobrir o que pode estar motivando determinados comportamentos.

Desse modo, a própria criança, com a ajuda dos pais e do ludoterapeuta vai encontrar os caminhos para solucionar seus conflitos. E é por isso que a brincadeira é tão importante, por possibilitar que o paciente seja observado em uma perspectiva o mais natural possível.

Alguns pais têm receio em procurar a psicoterapia infantil e sentem mal ao pensar que o filho vai relatar algo ao psicólogo que não disse a eles. Isso é completamente normal!

As crianças têm mais facilidade em se abrir com pessoas de fora, especialmente quando são profissionais em ouvir e compreender.

Portanto, a ludoterapia é uma ferramenta excelente para ajudar e fazer o bem aos seus filhos.

Veja quanto Investir (preços) nos Pacotes de Sessões de Psicologia Infantil (Ludoterapia)

Ajude compartilhando...

Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram
WhatsApp

Fale com a Psicóloga

ou envie a sua mensagem

Você quer uma Consulta Online ou Presencial?

Marque a sua Sessão de Psicoterapia Fenomenológica Presencial (São Paulo-SP)

A partir de R$ 250 *
por 01 sessão de 50 minutos

Olá! Precisando de ajuda emocional?